sábado, 4 de outubro de 2014

Irmãos Stanislaski 02 - Um Amor a Conquistar (Nora Roberts)


"Ela era fria insensível e distante como a lua...
Esperava-se que Sydney Hayward, herdeira de um vasto império do setor de construções de Nova York, ocupasse seu tempo fazendo compras, indo ao salão e agarrando um bom partido. Porém, com o fracasso de seu casamento, ela passara a desejar muito mais do que a vida de uma garota rica nascida e criada na parte mais nobre de Manhattan. Após a morte do avô, Sydney assume a presidência da Hayward, contrariando as expectativas de seus amigos e, principalmente, de sua mãe.

... e ele, o tipo de homem que deixava qualquer mulher preocupada...
Mikhail Stanislaski era rude e primitivo, como suas esculturas. Tal qual uma peça de cerejeira trabalhada, ele também possuía reentrâncias e ranhuras. E um homem como ele deveria ser preso, pensava Sydney. Mas ele é morador de um prédio caindo aos pedaços por negligência da Hayward. Depois de muitas cartas pedindo reparos urgentes, Mikhail decide resolver a questão pessoalmente. E acaba encontrando à mesa de um glamouroso escritório, comandando um império e tomando decisões ousadas uma linda mulher... que, na opinião dele, precisava ser beijada com urgência."

¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•

01. Um Amor a Domar - Natasha.
02. Um Amor a Conquistar - Mikhail.
03. Um Amor a Defender - Rachel.
04. Um Amor a Despertar - Alex. 
05. Esperando o Amor - Freddie
06. A Dança da Sedução – Kate

O livro segue a linha do primeiro, mas devo confessar que não me empolgou tanto... não me entendam mal, o livro não é ruim, mas eu esperava mais do romance entre a Syd e o Mike, e vou dizer já já o por quê.

Mikhail é o mocinho do nosso livro, um artista plástico muito conhecido, mas um tanto quanto recluso. Ele vive em um condomínio no Soho que pertence à empresa que nossa mocinha - Sydney - acabou de herdar do avô, mas que ela ainda está tentando entender como funciona (e provar para ela mesma que é capaz de fazer a empresa funcionar). Por conta de problemas estruturais no prédio, Mik vai cobrar de Syd algumas reformas que condomínio estava precisando e, a partir daí eles começam a se relacionar (não romanticamente ... por enquanto).

Eu acho que é aí que a história fica um pouco lenta, ou repetitiva, pois como no livro 01, a mocinha também teve um relacionamento anterior que não deu certo e que a faz ficar com um pé atrás. Eu sei o que vocês vão dizer: "Mas Van, tadinha da Syd. É compreensível ela não querer se envolver...".  Bom, talvez fosse mesmo, se o enredo tivesse sido construído de outra forma, mas o Mik assumiu uma posição muito passiva, sabem? Foi logo se apaixonando e dizendo que amava... gosto de histórias com mais "dificuldade". Eu esperava um mocinho super forte, protetor, daqueles que vão trava uma luta interna antes de se admitirem apaixonados, já que o Mik é descrito pela autora como um descendente de ciganos ucranianos, possessivo, forte, até meio bruto ... não achei que o personagem se desenvolveu como na descrição, mas enfim ... o livro não é ruim, só não empolga tanto.







UPDATE: Meninas, esse é um clube do livro. Quem tiver o link de algum livro indicado aqui no blog, compartilha aqui na seção de comentários, certo? Aí quem tiver interesse em baixar, faz o download. :-)

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Premonição Mortal (Linda Howard)

"Na Flórida, o brutal assassinato de uma mulher desconcerta à polícia de Orlando. Não há pistas, não há motivos, não há nada. Só uma mulher, Marlie Keen, uma jovem delicada e formosa, que alega ter "visões" e narra detalhes assombrosos sobre o crime. O detetive Dane Hollister se mostra cético: essa atraente jovem procura notoriedade, ou talvez fora testemunha de algo... 

Dane terá que se debater entre a incredulidade e seus sentimentos, porque de alguma forma, Marlie lhe fascinava. Consciente de seu dever, Dane investiga o passado de Marlie... e o que encontra lhe deixa sem alento...Não estava seguro sobre suas supostas visões, mas sabia com certeza que nunca havia sentido nada parecido por uma mulher, e desejava estar junto a ela. Desejava protegê-la do mal que a espreitava, morria por abraçá-la e fazê-la sua. Queria saber quem era realmente, conhecer tudo sobre ela. E, certamente nunca mais permitiria que ninguém voltasse a lhe fazer dano."

¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•

Livrinho legal. Não é tãaaaao emocionante como os últimos livros da Linda Howard que eu li, mas é legal... acho que eu é que não sou muito fã de romances policiais mesmo.

Dane é um policial durão e protetor. Durante um de seus plantões, ele se depara com uma cena brutal de assassinato com requintes de crueldade, muito sangue e nenhuma pista que o leve ao possível assassino. Dias depois, nossa mocinha, Marlie, aparece na delegacia, alegando ser vidente e ter visto mentalmente algumas cenas do crime. Dane não só não acredita nela, como faz de Marlie a principal suspeita do crime. Felizmente ela tem um bom álibi para a noite em questão, mas isso não acaba com a desconfiança do nosso detetive, que vai atrás de todos os detalhes sobre ela e a partir daí eles começam a se envolver...

... mas o criminoso é um serial killer e outros assassinatos vão acontecendo. Marlie passa a ajudar a polícia, mas a energia empreendida por ela para tentar sintonizar o assassino é sempre muito grande e ela fica bastante debilitada toda vez que consegue.

A história vai se desenvolvendo um pouco morna (mais cheias de cenas hot!) até o terço final do livro, quando - por conta de uma série de eventos - ela pega fogo! (Vocês sabem, né? Pra mim o livro não é bom se os mocinhos não se desentenderem em algum momento...)!

Vale a leitura!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Série Beautiful Bastards 01 - Cretino Irresistível (Christina Lauren)


"Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso!

Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração - e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra - ou quebrá-la de uma vez - para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.”

¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•

01. Cretino Irresistível – Chloe e Ben.
02. Estranho Irresistível – Sara e Max.
03. Playboy Irresistível – Hanna/Ziggy e Will.
Encantada com esse livro, que além de hot é muito divertido! Sério. Vou escrever essa resenha rapidinho e correr para procurar o livro 2. :-P

O livro segue meio que o estilo de 50 tons, mas só a parte boa, já que Cretino Irresistível não cai na mesmice de 50 (sorry, fãs do livro!) e a mocinha não é chata! (sorry again!). A autora cria um personagem que a gente adoraria odiar, mas a gente não consegue e morre de amores por ele. Sim, estou falando do Mr. Ryan, ou simplesmente Ben (já que nós dois já somos íntimos!) :-P

Ben é um executivo de sucesso, herdeiro da empresa onde trabalha (mas não se enganem pensando que ele adota o estilo mauricinho) que, ao voltar de uma temporada trabalhando na França, conhece nossa mocinha, a Chloe, uma estudante de pós-graduação, amiga da família dele, e que precisa trabalhar em um projeto de marketing para concluir sua especialização. Como ele está voltando aos negócios da empresa, vira o chefe da nossa mocinha.

Ben é grosso, chato e antipático (no começo) e implica com tudo que a Chloe faz (até com a caligrafia dela. Eu ri!), mas ao mesmo tempo, está completamente atraído por ela. No início (claro!), ele acha que é apenas atração sexual e que ele tem toda a situação sob controle, mas aos poucos a gente vai percebendo o quão vulnerável ele fica junto da Chloe (ou apenas pensando nela). Diz aí se não é o tipo de mocinho que a gente adora? Macho alfa que se faz de durão, mas tá todo apaixonado. #PerigueteLiteráriaFeelings Ah! Destaque para o fetiche que nosso mocinho tem um pelas calcinhas da Chloe! :-P
O livro é hot. Bastante. Muito mesmo! Cada capítulo traz uma cena melhor que a outra e elas são muito caprichadas, do tipo que você para pra tomar um ar. J Mas a história também é uma delícia, conseguindo mesclar romance, paixão e um pouquinho de comédia e sarcasmo na medida certa. Os diálogos são bem construídos e mesmo que em alguns momentos eu ache as reações (e o medo) da Chloe exagerados, ela é uma daquelas mocinhas atrevidas que a gente adora encontrar nas nossas leituras. Aliás, as briguinhas dos dois são deliciosas!

Vale a pena!





UPDATE: Meninas, esse é um clube do livro. Quem tiver o link de algum livro indicado aqui no blog, compartilha aqui na seção de comentários, certo? Aí quem tiver interesse em baixar, faz o download. :-)

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Irmãos Stanislaski 01 - Um Amor a Domar (Nora Roberts)


"A ex-bailarina Natasha Stanislaski tornou-se dona de uma loja de brinquedos, a Fun House, para fugir de um passado traumático que deixou marcas profundas em seu coração.O compositor Spencer Kimball, pai da pequena Freddie, também busca curar suas feridas e se tornar um pai melhor a cada dia. Mesmo que sua filha seja órfã de mãe.E é em uma pequena cidade universitária da Virgínia do Oeste que Natasha e Spencer encontram o ambiente ideal para reconstruírem suas vidas e deixar o passado para trás. Mas, ao se conhecerem, os dois têm um mau começo. Fascinado pela beleza exótica de Natasha, Spencer não consegue disfarçar seu desejo, deixando Natasha bastante irritada a ponto de considerá-lo um homem sem escrúpulos. Afinal, ela ainda não sabe que, embora pai de uma adorável garotinha, ele é solteiro…mas o destino trama para os corações de Spencer e Natasha se tornem um só. E logo eles se encontram novamente, em uma situação que os coloca frente a um novo desafio: aceitar a felicidade e construírem uma nova maneira de viver.”.

¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•

Essa série tem seis livros, meninas:

01. Um Amor a Domar - Natasha.
02. Um Amor a Conquistar - Mikhail.
03. Um Amor a Defender - Rachel.
04. Um Amor a Despertar - Alex.
05. Esperando o Amor - Freddie
06. A Dança da Sedução - Kate

Livro doce, muito fofinho. Engraçado como toda vez que eu tenho vontade de ler uma história água com açúcar bem escrita, pego um romance de Nora Roberts! Não tem erro!



A série conta a história dos irmãos Stanislaski, que imigraram, quando pequenos, da Ucrânia para os EUA. Essa fuga é lembrada pelos três irmãos mais velhos em seus respectivos livros, e afetou a cada um de maneira diferente. A autora tenta trazer para o leitor o sentimento vinculado ao "American Dream" e de como esses (e diversos outros) imigrantes conseguiram ter uma vida digna nos EUA ... (enfim...). Esse livro nos apresenta toda a família, mas foca na nossa mocinha: Natasha.

Tash sempre sonhou em ser bailarina, mas por uma reviravolta do destino, ele decidiu abandonar seu sonho e se mudar para uma cidadezinha no interior da Virgínia e montar uma loja de brinquedos. Lá, ela conhece o musicista Spence e sua sapequíssima filha Frederica. Ele se encanta à primeira vista, mas ela, com receio de se apaixonar e ser abandonada, tenta se manter afastada dele o máximo possível. Aos poucos Spence - e Freddie! - vão conquistando Tash e a história dos dois vai se desenrolando à medida em que nós vamos conhecendo seus passados.

Romance bem Nora Roberts; fofo e apaixonante!






UPDATE: Meninas, esse é um clube do livro. Quem tiver o link de algum livro indicado aqui no blog, compartilha aqui na seção de comentários, certo? Aí quem tiver interesse em baixar, faz o download. :-)